Linhas de Pesquisa

Fisiologia e Biofísica Muscular
Esta linha de pesquisa tem como foco analisar a força de uma única fibra muscular esquelética, tanto de animais sadios quanto distróficos, através dos mecanismos físicos da cinética das pontes cruzadas durante a contração muscular; e analisar os diferentes tipos de fibras musculares através das técnicas de imunofluorescência e bioquímica (eletroforese e western blot).
Responsável: Profa. Dra. Anabelle Silva Cornachione
Fisiologia Comparada
Minha linha geral de investigação visa entender a base fisiológica da biodiversidade nos vertebrados. Investigo os mecanismo e seleções que permeiam as adaptações fisiológicas que lhes permitem viver em ambientes diferentes. Tenho especial interesse em aspectos funcionais (principalmente do sistema cardiovascular e respiratório) que compõe os mecanismos que garantem seu funcionamento apropriado e manutenção da homeostase sob condições ambientais adversas e comportamentos extremos. Utilizo uma abordagem integrativa, onde diversas funções fisiológicas são investigadas simultaneamente em vários níveis de organização biológica.
Responsável: Prof. Dr. Cléo Alcantara Costa Leite
Fisiologia Animal Comparada com Ênfase em Fisioecotoxicologia, Ecofisiologia e Toxicologia Cardiovascular
A linha de pesquisa é Fisiologia Animal Comparada com ênfase em Fisioecotoxicologia, Ecofisiologia e Toxicologia Cardiovascular, utilizando vertebrados basais (peixes, anfíbios e répteis) como modelos experimentais. Destacam-se: 1) Estudos da estrutura e função do tecido cardíaco de vertebrados basais (peixes, anfíbios e répteis); 2) Estudos ecofisiológicos, que relacionam os efeitos impostos por fatores bióticos e abióticos sobre a função cardiorrespiratória de vertebrados basais, assim como os mecanismos fisiológicos envolvidos na adaptação/aclimatação ao ambiente; 3) Estudos fisiotoxicológicos dos efeitos da contaminação ambiental, xenobióticos emergentes, fármacos, venenos e biomoléculas sintéticas sobre o sistema cardiovascular utilizando biomarcadores fisiológicos, morfológicos, bioquímicos e moleculares.
Responsável: Profa. Dra. Diana Amaral Monteiro
Farmacologia, Fisiologia e Fisiopatologia Cardiovascular
Com ênfase no estudo dos mecanismos de vasodilatação dependentes do óxido nítrico, fisiopatologia da aterosclerose e hipertrofia cardíaca, atuando principalmente nos seguintes temas: disfunção endotelial, aterosclerose, hipertrofia cardíaca, estresse oxidativo, hipertensão, vasodilatadores, síntese e caracterização farmacológica de novos compostos com efeito no sistema cardiovascular.
Responsável: Prof. Dr. Gerson Jhonatan Rodrigues
Estratégias não Farmacológicas para Tratamento de Doenças do Sistema Cardiovascular
Investigação de estratégias não farmacológicas incluindo laser de baixa intensidade, exercício físico e dieta para o tratamento de distúrbios do sistema cardiovascular. Bem como, investigação do mecanismo de ação dos efeitos encontrados.
Responsável: Prof. Dr. Gerson Jhonatan Rodrigues
Fisiologia do Exercício Humana
Esta linha de pesquisa tem por objetivo avaliar os efeitos, agudo e crônico, do exercício físico em humanos sob condições fisiológicas e fisiopatológicas. Realizamos estudos nas áreas cardiovascular, respiratória e imunológica.
Responsável: Prof. Dr. Gilberto Eiji Shighemoto e Prof. Dr. Guilherme Borges Pereira
Fisiologia do Exercício Celular e Molecular
A presente linha de pesquisa tem por objetivo investigar o impacto do exercício físico sobre parâmetros sanguíneos, celulares e moleculares em humanos e em modelos experimentais (ratos e camundongos) em condições de saúde e doenças.
Responsável: Prof. Dr. Gilberto Eiji Shighemoto e Prof. Dr. Guilherme Borges Pereira
Fisiologia do Exercício e Bioenergética Mitocondrial
Esta linha de pesquisa tem por objetivo realizar estudos translacionais (estudos com roedores) em Fisiologia e Bioenergética Mitocondrial em condições saúde e doença em idade adulta e no envelhecimento (como por exemplo na menopausa), por meio de análises da função mitocondrial (funcionamento da cadeia respiratória mitocondrial) e controle da geração de espécies reativas de oxigênio, análises da dinâmica mitocondrial e mitofagia, e análises relacionadas ao processo de apoptose. Associando-se fortemente aos estudos translacionais, esta linha de pesquisa também objetiva as aplicações desses estudos na saúde, doença e envelhecimento do ser humano. Os efeitos do Exercício Físico, ferramenta terapêutica e moduladora de intervenção, sobre todos os processos envolvidos na Bioenergética Mitocondrial também são fortemente investigados.
Responsável: Prof. Dr. Gilberto Eiji Shighemoto e Prof. Dr. Guilherme Borges Pereira
Matriz Extracelular e o Microambiente Tumoral
Nosso grupo busca novos alvos moleculares e desenvolvimento de novos fármacos para a prevenção de metástases tendo como base as interações das células com a matriz extracelular. Palavras-chave: adesão celular; migração celular, integrina, angiogênese; desintegrina; metaloprotease; metástases, câncer de mama.
Responsável: Profa Dra. Heloisa Sobreiro Selistre de Araújo
Fisiologia Comparada com ênfase em Equilíbrio Osmótico e Iônico em Organismos Aquáticos
A linha de pesquisa tem como objetivo o estudo dos mecanismos envolvidos na manutenção o equilíbrio iônico e osmótico de animais aquáticos de diferentes ecossistemas e a regulação osmo-iônica frente às alterações ambientais assim como as respostas morfo-funcionais no processo de adaptação ao meio.
Responsável: Profa. Dra. Marisa Narciso Fernandes
Toxicologia Aquática com ênfase a Ecofisiologia e Morfologia Funcional
A linha de pesquisa tem como objetivo o estudo, in vivo e in vitro, dos mecanismos de ação de xenobióticos presentes nos ecossistemas aquáticos e seus efeitos na biota. Essa linha de pesquisa abrange: 1) o estudo de biomarcadores genéticos e bioquímicos de forma a caracterizar os processos envolvidos na ação de contaminantes do meio aquático, metabolização, defesas antioxidantes e lesões oxidativas em organismos expostos a contaminantes; 2) o estudo das alterações osmo-iônicas decorrentes da exposição a contaminantes e os ajustes bioquímicos e morfo-funcionais para manutenção do equilíbrio iônico e osmótico; 3) caracterização morfo-funcional das alterações em órgãos, tecidos e células frente a agentes físicos e químicos no ambiente externo/interno em animais aquáticos em relação ao mecanismo de ação desses agentes.
Responsável: Profa. Dra. Marisa Narciso Fernandes
Propriedades e Efeitos Fisiológicos da Melatonina em Modelo Humano e Animal
Estudo da administração exógena de melatonina e de intervenções em distintos momentos do ritmo circadiano sobre a performance física, balanço energético, tecido ósseo e metabolismo intermediário.
Responsável: Prof. Dr. Wladimir Rafael Beck
Estudo das Consequências do Déficit de Estrógenos em Modelo Experimental
Investiga consequências do déficit de estrógenos ovarianos provocado por ovariectomia bilateral em ratas sobre a performance física, balanço energético, tecido ósseo e metabolismo intermediário.
Responsável: Prof. Dr. Wladimir Rafael Beck